Sistema de Gestão de Publicações

Artigos mais acessados

  • ESPLENECTOMIA SUBTOTAL COM PRESERVAÇÃO DO POLO INFERIOR DO BAÇO (ESTPI) Danilo Nagib Salomão Paulo; Marcela Souza Lima Paulo
    Paulo DNS, Paulo MSL. Esplenectomia subtotal com preservação do polo inferior do baço (ESTPI). Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):76-85. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    O baço apresenta importantes funções, dentre as quais se destaca a imunológica. A sua retirada pode implicar na falta dessas funções e daí sobrevir infecções, principalmente em crianças, podendo levar ao óbito. Daí a importância de se conservar o órgão ou parte dele. Das cirurgias conservadoras sobre o baço (esplenorrafia, ressecções parciais segmentares, autoimplantes esplênicos autógenos, esplenectomia subtotal com preservação do polo superior), a mais recentemente descrita foi a esplenectomia subtotal com preservação do polo inferior (ESTPI). Esta operação, que se constitui em linha de pesquisa do primeiro autor, visa garantir as funções esplênicas.

  • ETNOBOTÂNICA E ETNOFARMACOLOGIA: MEDICINA TRADICIONAL E BIOPROSPECÇÃO DE FITOTERÁPICOS. Maria Diana Cerqueira Sales; Elisiane de Bona Sartor; Raquel de Matos Lopes Gentilli
    Sales MDC, Sartor EB, Gentilli RML. Etnobotânica e etnofarmacologia: medicina tradicional e bioprospecção de fitoterápicos. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):17-26. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Objetivo: Demonstrar a importância da Etnobotânica e da Etnofarmacologia, como práticas tradicionais e de bioprospecção da Fitoterapia para Sistema Único de Saúde. Métodos: Realizou-se levantamento bibliográfico em bases de dados em fontes informacionais, utilizando descritores como estratégia de busca. Resultados: A Etnobotânica e Etnofarmacologia representam estratégias para o resgate dos saberes e na geração de conhecimento científico e tecnológico voltados para o uso sustentável de plantas medicinais. Conclusão: A inserção da Fitoterapia na atenção primária no Sistema Único de Saúde, qualifica o acesso, fortalecendo a implementação de políticas públicas na saúde. Palavras-chave/Descritores: Etnobotânica; Etnofarmacologia; Medicina Tradicional; Fitoterapia.

  • INTERFERÊNCIAS DA PROGRAMAÇÃO METABÓLICA NO DESENVOLVIMENTO DA OBESIDADE E SUAS COMORBIDADES
    Silva JP, Lamounier JA, Cremasco GN, Silva VR. Interferências da programação metabólica no desenvolvimento da obesidade e suas comorbidades. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):91-9. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Objetivo: Verificar as potenciais interferências da programação metabólica no desenvolvimento da obesidade e suas comorbidades. Método: Foram consultadas as bases de dados MEDLINE e LILACS, incluindo artigos publicados entre 2004-2014 nos idiomas Português, Inglês e Espanhol, utilizando-se os descritores fetal development, obesity, chronic disease. Resultados: Dos 19 artigos identificados, cinco foram excluídos. A busca das referências a partir dos 14 estudos analisados resultou na inclusão de 38 novos trabalhos. Conclusão: Há evidências de que a nutrição intrauterina e pós-natal e o estilo de vida podem interferir na programação da saúde e do risco futuro de obesidade e de doenças crônicas.

  • BAIXO PESO CORPÓREO EM PACIENTES PORTADORES DE ESCOLIOSE IDIOPÁTICA DO ADOLESCENTE Marcus Alexandre Novo Brazolino; Thiago Cardoso Maia; Charbel Jacob Júnior; Igor Machado Cardoso; Jose Lucas Batista Júnior; Priscila Rossi De Batista
    Brazolino MAN, Maia TC, Jacob Júnior C, Cardoso IM; Batista Júnior JL, Batista PR. Baixo peso corpóreo em pacientes portadores de escoliose idiopática do adolescente. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):86-90. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Objetivo: Escoliose é uma deformidade tridimensional da coluna vertebral que cursa COM DESVIO maior que 10º no plano frontal. Na escoliose idiopática do adolescente (EIA) não se sabe a causa da patologia, sendo que a busca de definições da origem da patologia pode envolver a análise do estado nutricional dos pacientes. Este estudo visa investigar o perfil nutricional de pacientes portadores de (EIA) comparada à população assintomática na mesma faixa etária. Métodos: estudo prospectivo, descritivo e comparativo, com amostra de 60 indivíduos distribuídos igualmente em dois grupos. O grupo EIA (n=30) representado por portadores de EIA e grupo controle (n=30) composto por indivíduos saudáveis, ambos grupos com sexos e faixa etária equivalente. Foram analisados idade, gênero, menarca, peso, altura e IMC. Resultados: Quanto à idade: Grupo EIA: 14,3 ± 1,97 anos ; Grupo controle: 14,23 ± 1,79 anos. Quanto ao peso: Grupo EIA: 47,4 ± 13,8 Kg ; Grupo controle: 55,6 ± 11,63 Kg. Quanto à altura: Grupo EIA: 1,6 ± 0,1 m ; Grupo controle: 1,64 ± 0,08 m. Quanto ao IMC: Grupo EIA: 18,5 ± 3,7 Kg/m2 ; Grupo controle: 20,79 ± 2,92 Kg/m2. Idade e altura não obtiveram diferença estatística quando comparada os diferentes grupos EIA e controle (p>0,05). Enquanto que apresentaram diferença estatisticamente significante as variáveis peso (p=0,01) e IMC (p=0,01) na comparação dos grupos EIA e controle. Conclusão: Pacientes portadores de escoliose idiopática do adolescente apresentam baixo peso corpóreo.

  • ALERGIA À PROTEÍNA DO LEITE DE VACA: ESTADO DA ARTE Gustavo Carreiro Pinasco; Elizandra Cola; Valmin Ramos Da Silva; Katia Valéria Manhabusque; Luiz Carlos de Abreu;
    Pinasco GC, Cola E, Silva VR, Manhabusque KV, Abreu LC. Alergia à proteína do leite de vaca: estado da arte. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):37-46. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Objetivo: verificar o estado da arte nas condutas tomadas na prática pediátrica no tema alergia à proteína do leite de vaca. Método: revisão sistematizada na base de dados Pubmed de 2005 a 2015. Alergia à proteína do leite de vaca é a principal alergia alimentar da infância. O seu diagnóstico ainda é de difícil realização na prática clínica e a falta de padronização da pesquisa laboratorial, um desafio. A importância da condução correta na suspeita ou diagnóstico confirmado é vista no grande potencial de impacto no crescimento e desenvolvimento das crianças submetidas à restrição alimentar.

  • HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: UMA REVISÃO
    Rubia A da S C; Torati C V. Humanização em unidade de terapia intensiva neonatal: Uma revisão, Salus J Health Sci., [periódico na internet], 2016;2(1). Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Resumo No Brasil, observa-se um alto índice de recém-nascidos pré-termo, fato este que eleva a mortalidade infantil, constituindo assim um grande problema de saúde pública. A hospitalização em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, todavia, introduz o bebê em um ambiente inóspito. Neste contexto, a humanização preconiza associar a assistência técnico-científica com ações voltadas para o […]

  • PERCEPÇÃO DE UM GRUPO DE MULHERES EM RELAÇÃO À COLETA DE PREVENTIVO REALIZADA PELO ENFERMEIRO Solange Rodrigues da Costa; Camila de Jesus Rocha Marques; Nátia Henrique Cabral
    Costa SR, Marques CJR, Cabral NH. Percepção de um grupo de mulheres em relação à coleta de preventivo realizada pelo enfermeiro. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):69-75. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Objetivo: Conhecer a percepção de um grupo de mulheres de uma Unidade da Estratégia Saúde da Família do município de Vitória/ES, em relação à coleta de preventivo realizada pelo Enfermeiro, no que diz respeito à satisfação, confiança e ao esclarecimento de dúvidas durante o atendimento. Métodos: estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado numa Unidade da Estratégia Saúde da Família do município de Vitória – ES. Foram incluídas da amostra 29 mulheres atendidas pelos enfermeiros que realizam a coleta de exame preventivo no período do estudo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semi-estruturada. Para a análise dos dados foi utilizada a análise temática de Minayo. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia em 24/09/2013, parecer nº 405.033. Resultados: Esse estudo identificou que algumas mulheres mesmo demonstrando certo grau de resistência quanto à coleta de preventivo realizado pelo enfermeiro, ao passarem por tal experiência, perceberam o profissionalismo e a capacidade do mesmo em exercer essa prática com competência, superando assim toda percepção negativa quanto à atuação desse profissional. A percepção das pacientes atendidas pelo enfermeiro para coleta de preventivo foi positiva, pois o grau de satisfação, confiança e esclarecimento das dúvidas alcançou resultados que classificam o bom desempenho desse profissional em sua atuação. Conclusão: Esses resultados propiciam reflexão acerca do papel do enfermeiro na prevenção do câncer de colo de útero, bem como na promoção da saúde das famílias de sua área de atuação.

  • VALIDAÇÃO DE QUESTIONÁRIO PARA CAPTAR A PERCEPÇÃO DE SABERES TÉCNICO-CIENTÍFICOS NA ÁREA DA SAÚDE Maria das Graças Silva Mattede; Diosnel Centurión
    Mattede MGS, Centurión D. Validação de questionário para captar a percepção de saberes técnico-científicos na área da saúde. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):1-10. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Objetivo: Construir e validar questionário sobre saberes na área da saúde. Método: Descritivo, transversal, quantitativo, com questões fechadas sobre educação em saúde, subdividido em cinco dimensões com dez indicadores, perfazendo 50 itens em escala tipo Likert de 5.0 a 1.0. Para confiabilidade, consistência interna dos constructos e cálculo, utiliza o coeficiente Alfa Cronbach, coeficiente de relação de Pearson e Programa estatístico SPSS 17.0 IBM SPSS Statistics versão 20.0 IBM 1989, 2011. Resultado: Nos 75 questionários, ocorrem coeficientes de correlação estatisticamente significantes (p-valor<0,05). Há destaque aos indicadores de competências e habilidades gerais do perfil desejado do egresso. Os estudantes de Farmácia demonstram-se indiferentes (47%) com os saberes práticos e 21% em desacordo. Os de Medicina perfazem 52% em desacordo. Os saberes articulados com a comunidade urbana estão 50% em desacordo e 34% de acordo com os de Medicina. Dos estudantes de Farmácia, 82% estão em desacordo com os saberes de aprendizagem hospitalar. Entre os estudantes de Medicina, prevalece 63% de acordo. Conclusão: O questionário permite uma visão do processo de ensino-aprendizagem voltado para o mundo real e apresenta confiabilidade e reprodutibilidade com consistência interna.

  • SÍNDROME DE GOOD – RELATO DE CASO Faradiba Sarquis Serpa; Joseane Chiabai; Marcos Daniel de Deus Filho; Firmino Braga Neto
    Serpa FS, Chiabai J, Deus Filho MD, Braga Neto F. Síndrome de good – relato de caso. Salus J Health Sci [periódico na internet]. 2015;1(1):11-6. Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    A Síndrome de Good, associação entre timoma e imunodeficiência, cursa com infecções recorrentes e na avaliação imunológica, redução ou ausência de linfócitos B, hipogamaglobulinemia e defeitos na imunidade celular. Descrevemos uma paciente de 58 anos com sinusites e pneumonias recorrentes e antecedente de estrongiloidíase disseminada. Tomografia de tórax evidenciou massa mediastinal ocupando loja tímica e posteriormente bronquiectasias em lobos superiores. Realizada exérese e histopatológico da massa confirmando timoma. Na avaliação imunológica: hipogamaglobulinemia e redução de linfócitos B. Avaliar linfócitos T e B e quantificar imunoglobulinas deve ser rotina nos pacientes com timoma, permitindo identificar precocemente os portadores da síndrome.

  • GANHO DE FORÇA NA OSTEOGÊNESE IMPERFEITA ATRAVÉS DO PILATES: UM ESTUDO DE CASO
    Mourrahy A C T; Nielsen M B P. Ganho de força na osteogênese imperfeita através do pilates: Um estudo de caso, Salus J Health Sci., [periódico na internet], 2016;2(1). Disponível: http://www.salusjournal.org
    Artigo completo

    Resumo A osteogênese imperfeita é um distúrbio genético raro do tecido conjuntivo, caracterizado por fragilidade óssea e osteopenia, ocasionando limitação funcional e redução da qualidade de vida. A fisioterapia atua no tratamento e prevenção destas consequências por meio de métodos como o Pilates. O objetivo do estudo foi conhecer os benefícios deste método no tratamento […]

2017 - SALUS JOURNAL - Todos os direitos reservados