Sistema de Gestão de Publicações

Situação de saúde de Vitória/ES através de registros eletrônicos da atenção primária: um estudo epidemiológico

João Pedro Gonçalves Pacheco1; Ricardo Felipe Costa2; Henrique Ton Azevedo Giacomin3; Rodrigo Pratte-Santos4; Diana de Oliveira Frauches5

Submetido em 19 Maio 2017

Objetivo: descrever a situação de saúde em Vitória/ES, em 2014, com base em registros eletrônicos da atenção primária. Métodos:
aferida frequência dos atendimentos e média de atendimentos por habitante segundo sexo, faixa etária, renda do bairro de residência e
grupos/subgrupos de causa propostos pela OMS, além da média de atendimentos por caso, segundo grupo/subgrupo de causa.

Resultados:
predominaram atendimentos no sexo feminino e nas faixas etárias mais idosas. Doenças não transmissíveis foram 71,98% dos casos; infecciosas/parasitárias, maternas, perinatais e nutricionais 27,51% e injúrias 0,5%, com diferenças na distribuição segundo sexo, faixa etária e renda do bairro de residência.

Conclusão: os atendimentos na atenção primária em Vitória/ES refletem a transição epidemiológica, com duplo impacto de doenças crônicas em idosos e das infecciosas em jovens. Os resultados obtidos são úteis para identificar o perfil de saúde, bem como discrepâncias de atendimentos em relação a sexo, idade e classe de renda.

2017 - SALUS JOURNAL - Todos os direitos reservados