Sistema de Gestão de Publicações

Atividade física regular melhora a função pulmonar e a força muscular respiratória de cadeirantes

Giovana Machado Souza Simões1; Brenda Castro Dias2; Janine Carvalho Valentino3; Jéssica Lourenço Amaral Dias4; Marcella Cangussu Barbalho Moulim5

Submetido em 19 Maio 2017

Objetivo: analisar a influência da atividade física sob a Função Pulmonar e a Força Muscular Respiratória em cadeirantes sedentários, praticantes de basquetebol e natação, comparando os valores preditos com os realizados.

Método: trata-se de um estudo transversal, prospectivo, comparativo, em que foram avaliados 15 cadeirantes, sendo cinco praticantes de natação, cinco de basquetebol e cinco sedentários. Para tal, foram utilizados ficha de avaliação, teste da função pulmonar (espirometria) e teste da força muscular respiratória (manovacuometria).

Resultados: o grupo de sedentários apresentou diferença estatisticamente significante (p<0,05) entre os valores preditos e realizados para as variáveis: Capacidade Vital (CV), Capacidade Vital Forçada (CVF), e para as Pressões Inspiratória e Expiratórias Máximas (PiMáx e PeMáx). Nos grupos natação e basquetebol houve diferença significativa (p<0,05) apenas para a variável de PeMáx.

Conclusão: os sedentários apresentaram valores abaixo do predito, gerando maior número de variáveis com diferenças significativas. Sugerimos, assim, que a prática de atividade física regular afeta positivamente a função pulmonar e a força muscular respiratória em cadeirantes.

2017 - SALUS JOURNAL - Todos os direitos reservados